Vitor Toledo

Nasceu no interior de São Paulo no último dia do agosto de 1987. Embora almejasse, a ausência de profecias ou sendas tortas traçadas por panteões imemoráveis fizeram de seu nascimento algo nem um pouco emblemático, o que ele tenta compensar com uma mão de dramaticidade em suas autobiografias.

Ainda criança, sempre tentou dobrar a realidade para, com suas torções, conseguir um inconcebível origami, onde cada aresta ressoasse um mundo distinto. Assim, sendo impossível o contrário, em um primeiro encontro encantou-se com o potencial criador existente na literatura, e tomou-a como musa. Desde então, nunca mais encontrou um canto do mundo onde não coubesse um punhado de criaturas fantásticas, todas devidamente ocultadas por uma bruma que apenas se dispersa por um vendaval imaginativo.

A fim de dar vazão a esse encantamento, passou também a escrever contos aos 16 anos, os quais sabiamente jamais abandonarão sua gaveta. Graduou-se como cirurgião-dentista em 2009, e já nesta época conheceu grandes amigos na comunidade Contos Fantásticos, sendo estes os responsáveis pelos mais sábios ensinamentos que recebeu desta arte. E apesar dos anos, ainda imagina um monstro marinho rompendo o oceano ao horizonte toda vez que vislumbra uma praia.

Participa da Antologia  “!” de Contos Fantásticos com os contos “O óbolo e o ébrio” e “Além da Miragem”.

Organizador da antologia RedRum.

E-mail para contato: vitortoledo@hotmail.com

Anúncios